Momentos que nos fazem sentir infinitos.

IMG_1740.JPG

Ok, pra quem já leu “As Vantagens de Ser Invisível” a legenda desse ser bem fácil de entender, mas vou explicar.

Essa semana passada eu terminei de ler esse livro, e me apaixonei, como na grande macissa e absurda maioria das vezes que termino de ler um livro. Mas esse realmente mexeu comigo, porque me identifiquei muito com a forma narrativa e a maneira que o personagem vê o mundo.

Pra quem não conhece, vou dar uma introdução: O livro é uma série de cartas que o personagem principal escreve pra alguém contando sobre a vida dele, ao longo de mais ou menos um ano. E é simplesmente fantástica a percepção e sensibilidade com que o autor escreve. Você sente tudo como se tivesse lá e se deixa levar, pelo menos comigo foi assim, mas talvez seja porque sou apaixonada por livros.

Bom, pra resumir, o livro é incrível e quem não leu vá. ler. agora. Eu senti que evolui um pouco depois que terminei de ler. Não é um livro pra você ler e acabou, tem que refletir e realmente ler, prestar atenção e entender.

Agora explicando o título do post:

Tem uma passagem do livro que descreve aqueles momentos que você sente mas não consegue descrever. É um momento ótimo em que eles estão juntos no carro e ouvem uma música, ela mexe com eles e depois que termina ele diz: “Eu me sinto infinito”.

É uma descrição simples e absolutamente perfeita para esses momentos em que você está num lugar legal, com seus amigos e pessoas que você ama e de repente você para e vê tudo de fora, vê como ama aquelas pessoas e que não queria estar em lugar nenhum a não ser ali, naquele momento com aquelas pessoas.

Eu senti isso ontem e a música que completou esse sentimento e me fez sentir infinita foi “These Days – Foo Fighters“, que tocou no carro quando eu estava indo pra casa depois desse dia incrível. Não tanto pela letra dela, mas pelo ritmo e porque um amigo meu disse na mesma hora que eu pensei “Cara, essa música é boa“. Nada poético, nada demais, mas foi aquele toque que completa o momento.

E você, já se sentiram infinitos? Tem alguma música que lembre esse momento? Conta pra mim!

Não esqueçam de curtir a page do blog no facebook, seguir a gente no instagram e mostrar pros amigos!

Beijocas.

 

Anúncios

Só um agrado

Oi gente amada de meu coração,

Eu, sabendo que ando meio desleixada e sumida por motivos de força maior, venho hoje fazer um agradinho pra vocês que ainda me lêem. Vim deixar um presentinho pra esquentar o coração nesses dias frios que fazem em São Paulo – ou de onde quer que vocês estejam lendo, porque é sempre bom esquentar o coração.

Como já sabem, eu amo Vinicius de Moraes e ler as coisas que ele escrevia sempre me deixa o dia um pouco mais alegre. Quando leio, ter escrito aquilo justamente pra minha pessoa, na verdade sinto que ele tá bem aqui falando. Quando leio eu entendo, realmente entendo, não só o que tá escrito, mas entendo um pouco mais de mim mesma. Tão leve, tanto poesia quanto prosa, tão leve e tão sabio ao mesmo tempo. Então, vindo desse amor, venho só deixar uma crônica dele e um poema, que estão no livro “Para Viver Um Grande Amor“,  pra vocês amarem junto comigo.

 

“UMA MÚSICA QUE SEJA

Rio de Janeiro , 1962
… como os mais belos harmônicos da natureza. Uma música que seja como o som do vento na cordoalha dos navios, aumentando gradativamente de tom até atingir aquele em que se cria uma reta ascendente para o infinito. Uma música que comece sem começo e termine sem fim. Uma música que seja como o som do vento numa enorme harpa plantada no deserto. Uma música que seja como a nota lancinante deixada no ar por um pássaro que morre. Uma música que seja como o som dos altos ramos das grandes árvores vergastadas pelos temporais. Uma música que seja como o ponto de reunião de muitas vozes em busca de uma harmonia nova. Uma música que seja como o vôo de uma gaivota numa aurora de novos sons…”

 

O ESPECTRO DA ROSA
Montevidéu , 1962
Juntem-se vermelho
Rosa, azul e verde
E quebrem o espelho
Roxo para ver-te

Amada anadiômena
Saindo do banho
Qual rosa morena
Mais chá que laranja.

E salte o amarelo
Cinzento de ciúme
E envolta em seu chambre

Te leve castanha
Ao branco negrume
Do meu leito em chamas.

 

 

Mostra pros amigos, pro coração deles também ficar quentinho. Curte a page no facebook e curte nosso insta, fecho?

 

beijocas.

Deixando a vagabundagem

Vocês já perceberam que eu adoro colocar gerûndio nos nomes dos posts né?

 

Eita que agora eu arranjei um emprego.

Juro gente, posso até sair agora porque tenho grana. Quer dizer, ainda não, porque comecei semana passada, maaaaas, em breve terei.

Desculpem a minha ausência esses dias e a falta de posts, mas com a faculdade voltando e eu começando a trabalhar ficou meio complicado.

Agora já está tudo se acertando e vamos voltar com tudo, foi mal mesmo, amo vocês.

Essa semana sai mais um garoto da paulista, não percam em que esse é muito amor.

até lá, beijocas!

 

Sabe que roupa você vai?

Eita que hoje o post é de utilidade pública e salvador da pátria pra alguns.

Quem nunca recebeu convite pra uma festa, leu lá “traje esporte fino” e deu aquela gelada na espinha por não saber que diabos é isso?

Na minha casa isso acontecia – muito – ai rolava aquele desespero coletivo na hora de se arrumar. Ninguém nunca sabia o que vestir, nem a diferença de cada tipo de “traje”, até que decidi fazer moda e tive, por lei (mentira), que aprender. Agora vou repassar a informação pra ninguém mais achar que tem que alugar roupa de ultima hora, só porque no convite tava escrito “fino”.

Lembrando que todas as dicas desse post passam o que normalmente se usa nessas ocasiões e  tem que ser adaptadas ao seu estilo. Nunca use algo que você não goste.

Começando pelo mais simples e menos comum.

Traje Esporte:

Se você pensou em shorts e regata foi longe demais. Mas o traje esporte é bem informal mesmo, geralmente quer dizer só pra você não se vestir como se fosse no churrascão de domingo antes do jogo. É o tipo de roupa que se usa em almoços ou quando vai conhecer a sogra.

Uma calça de sarja ou jeans com uma camiseta, ou camisa polo e sapatos que combinem, já tá ótimo, pros moços.
Pras moçoilas sem muita maquiagem, só o básico mesmo. Sapatos confortáveis, vestidos, calça jeans com camisa ou uma blusa mais elaborada. Bolsas de tamanho médio.

Traje Esporte Fino (Passeio):

Isso todo mundo já leu em convite de festa de 15 anos que eu sei. Bom, como nome já diz, ele é um formal informal ou “confortável” (confortável é moletom, eu sei, mas relevem). É geralmente pedido pra festas de 15 anos e convidados de casamentos durante o dia.

Camisa, calça e blazer, sem necessidade de usar gravata e sapatos sociais, pros moços.
Vestidos de cores neutras, blusas, calças ou conjuntos mais formais que para esporte. Nesse é preferível usar sapatos altos, bolsas um pouco menores e maquiagem.

Traje Social (Passeio Completo):

Sem panico, esse é formal, bem formal, mas nada de causar calafrios pros mais acostumados com o jeans nosso de cada dia. É mais pedido pra festas noturnas, casamentos e jantares.

Hora dos ternos, camisas sociais e gravatas. Sapatos sociais de amarrar e cintos escuros. Sapatos e cintos marrons não combinam muito com esse tipo roupa. E as meias combinam com o sapato e a roupa (apesar de eu achar muito mais espirituoso usar meias coloridas).

Saias, blusas e vestidos em tecidos mais finos. Sapatos altos e bolsas pequenas. Maquiagem elaborada, mas nem tanto. Os vestido são preferencialmente longos ou longuetes, mas podem ser curtos se forem abaixo do joelho.

Traje a rigor (Black-Tie)

Agora entrem em pânico, sim é o mais chique de todos. Eu mesma nunca fui numa festa que exigisse esse tipo de traje. É o famoso traje de gala, pedido em grandes – gigantes e chiquérrimos – eventos noturnos. Esse é o grau máximo, tipo premiação do Oscar e tal.

Smoking, camisa, gravata borboleta, faixa preta, sapatos e meias. Xeque-mate nos moços.
Moças, vestidos longos, tecidos finos, transparências, fendas (socorro), brilhos e bordados. Sério? É, é o que as moças no Oscar usam, não é? Então. Sapatos altos e de salto fino (socorro de novo), bolsas pequenas, A maquiagem penteados, de preferência presos.

Não é tão complicado é? Claro que os pés das moças vão pedir pra sair, mas um dia especial pede esse tipo de coisa.
Espero que agora vocês não se confundam mais na hora de se vestir.

beijocas, até logo.

Dando uma de Cake Boss

Para os loucos por docinhos.

Todo mundo viu que o chef confeiteiro Buddy Valastro está no Brasil essa semana, certo? Pra quem não entendendo a bagunça toda por causa desse cara, eu explico.
Ele é a estrela de um programa de tv por assinatura chamado “Cake Boss“, que exibe o dia a dia da confeitaria e os bolos mais incríveis. Já fez bolo até pra NASA, o cara é fera.

Então, em homenagem a presença dele no Brasil, eu e a Mari, junto com mais dois amigos – e minha mãe, sempre salvando a pátria – resolvemos tocar o terror na cozinha fazer um bolo, tirar fotos e postar pra vocês também fazerem. Afinal, quem não gosta de bolo? Não responda se não gostar, porque é estranho.

Bom, a intenção era fazer um bolo Arco-Íris. Claro que não deu certo, por alguns imprevistos (ninguém tinha avisado que precisava de um milhão de assadeiras), ENTÃO a gente acabou improvisando. E ficou bem mais legal do que se tivesse dado certo – bem mais fácil também – e uma delicia, hmmmmmmm.

20140723-182252-66172763.jpg

Pra fazer um desses você vai precisar de:

4 ovos (claras em neve)

8 colheres (sopa) de  margarina

4 xícaras (chá) de açúcar

4 xícaras (chá) de leite

6 xícaras (chá) de farinha de trigo

2 colheres (sopa) de fermento em pó

Essência de baunilha – A gente colocou uma tampinha, mas ai depende do seu gosto. E da sua tampinha.

Anilina de todas as cores que você quiser – Pode ser tanto a líquida quanto a em pó. A primeira é mais fácil de misturar e a segunda deixa a cor mais forte.

20140723-182353-66233714.jpg

Pro recheio e cobertura: (Usamos brigadeiro de colher, mas você pode colocar a cobertura que quiser, claro)

2 latas de leite condensado

6 colheres (sopa) de chocolate em pó

2 colheres (sopa) de margarina

Chame uns amigos pra ficar mais bagunçado, deu certo pra gente. Ah, e sua mãe. SEMPRE chame sua mãe.

 

O bolo é feito normalmente, mas vou explicar didaticamente pra facilitar:

 Bata as claras e deixe separado.

Bata o açúcar, margarina e as gemas, por uns 3 minutos. Depois junte a farinha, a essência e o leite (aos poucos pra não voar tudo na sua cara).

Coloque as claras e o fermento por ultimo, mas com a velocidade da batedeira menor pra não desandar (dica da minha mãe).

Massa pronta, agora é só colorir. Pega vários (só não demais pra não apanhar depois)  potes e vai colocando um pouco de massa em cada um, coloque a anilina e mexa BEM, pra cor ficar uniforme.

20140723-182526-66326840.jpg

20140723-182527-66327133.jpg

Unte a forma, ou seja, passa margarina e joga um pouco de farinha por cima, pro bolo não grudar depois de assado. A forma pode ser de qualquer forma, contanto que não fique pequena pra quantidade de massa. A gente usou uma retangular porque era o que tinha.

Coloque as massas coloridas na forma, vai despejando uma em cima da outra. Só tome cuidado pra não mexer muito a forma e as cores virarem uma só.

20140723-182627-66387810.jpg

Asse por 30 minutos, depois desse tempo abra o forno (feche a janela, porque o vento frio murcha o bolodica da minha mãe) e faça o teste com um palito. Se o bolo não grudar no palito, já pode tirar do forno.

Espere o bolo esfriar, ou vai queimar seus dedos todos, enquanto isso, vai fazendo o brigadeiro.

(Mistura todos os ingredientes, coloca no fogo ou no microondas. Se for no fogo, fica mexendo pra não grudar, até ficar mais grosso, mas não tanto quanto um brigadeiro de enrolar.)

Hora de montar. Você pode fazer do jeito que achar mais legal, a gente cortou ele em dois, depois cortamos no meio como se fossemos rechear. Ai fomos colocando uma camada, recheio, uma camada, recheio… Colocamos brigadeiro por cima e jogamos granulado colorido pra combinar. A graça é que você não precisa montar ele muito certinho nem cobrir os lados com o brigadeiro, porque fica bonito com as cores aparecendo.

20140723-182757-66477854.jpg

20140723-182757-66477571.jpg

É isso, fácil né?

Espero que o de vocês fique tão gostoso quanto o nosso ficou. Se fizerem, tirem fotos e mandem pra gente no fiveclothes@gmail.com, ou nos marquem no instagram, @fiveclothes

20140723-182901-66541048.jpg

Beijocas e Bom Apetite!

Garoto da Paulista

oi oi oi,

Ei que estamos de volta com nossa série de posts sobre pessoas lindas e estilosas.

O rapaz da vez foi indicado pra participar, tem um feed LINDO no instagram e é perfeito pra ser o nosso muso da semana.
Nome dele é Ruan Antonio, tem 18 anos e mora em Maringá – PR.
Ele curte muito de tirar fotos e patinar (isso é muito legal).

20140720-203050-73850170.jpg

Além disso tudo, ele quer fazer facul de moda (gente, nós vamos dominar o mundo), ou de publicidade.
Pra quem quiser seguir, aqui estão o Twitter e o Instagram dele ❤️

Bora entrevistar o moço?

Como você definiria seu estilo?
R: Olha falando a verdade, não tenho estilo definido uso o que me faz sentir bem e confortável.

20140720-203452-74092595.jpg

Quais são suas inspirações?
R: Não tiro por inspirações, até porque não tenho nenhuma, mas… Para roupas mais extravagantes para sair pra balada pego pitacos de loucura da Lady Gaga haha.

20140720-203540-74140719.jpg

De que forma seu estilo define e expressa sua personalidade?
R: Meu estilo depende muito do meu humor, então cada peça que eu visto pode ser mínimo o detalhe mas expressa.

20140720-203714-74234521.jpg

O estilo é capaz de influenciar o que as pessoas pensam sobre você?
R: As vezes sim as vezes não, Depende da ocasião.

20140721-131713-47833092.jpg

O que você acha importante para compor um look legal?
R: Uma bermuda rasgada (calça que virou bermuda) ou uma camiseta. Mas essas duas peças na minha opinião são importantes para um look.

20140721-131804-47884758.jpg

Quais são suas peças preferidas?
R: Como disse, bermuda rasgada/desfiada.

20140721-131900-47940512.jpg

De uma dica de estilo para nossos leitores.
R: Use e abuse do que te faz bem, te faz se sentir bonito, não ligue para o que irão dizer da sua roupa, apenas se sinta bem.

20140721-131936-47976062.jpg

Gostou da entrevista do Ruan? Clica ali pra compartilhar pros amigos!

Quiser participar ou indicar alguém, só falar com a gente pelo fiveclothes@gmail.com
Curta a > page < do blog no face pra saber das nossas novidades!

Beijocas!

Alemanhando 🇩🇪 – 6

Oi gente,
to triste hoje, sem risadinha.

Infelizmente chegou meu último dia de viagem, que de longe foi a melhor que eu já fiz.

Alemanha, vou morrer de saudades! Vou morrer de saudades dos amigos que fiz aqui, do verão, de poder fazer o que eu quiser sem ter medo, de andar de skate de tarde, de conhecer lugares diferentes, ter que sair da minha zona de conforto, ter que falar outras línguas pras pessoas me entenderem, de mudar um pouquinho mais a cada dia.

Quando comecei essa viagem eu era uma pessoa e agora sou outra. Não que tenha mudado drasticamente, mas minha maneira de ver as coisas e situações mudou.

Vou sentir falta da liberdade que tive aqui, mas vou levar comigo as coisas boas e a esperança de voltar aqui o mais rápido possível.

E pra vocês eu deixo as fotos que faltaram, espero que gostem.

Beijocas! (Coração com buraquinhos)

20140702-230931-83371767.jpg

20140702-230930-83370882.jpg

20140702-230929-83369012.jpg

20140702-230929-83369908.jpg

20140702-230738-83258011.jpg

20140717-094400-35040088.jpg

20140717-094405-35045013.jpg

20140717-094403-35043618.jpg

20140717-094402-35042926.jpg

20140717-094400-35040779.jpg

20140717-094404-35044311.jpg

20140717-094410-35050809.jpg

20140717-094409-35049416.jpg

20140717-094359-35039368.jpg

20140717-094405-35045695.jpg

20140717-094402-35042207.jpg

20140717-094411-35051491.jpg

20140717-094401-35041490.jpg

20140717-094410-35050116.jpg

20140717-094407-35047241.jpg

20140717-094407-35047962.jpg

20140717-094406-35046509.jpg

20140717-094408-35048696.jpg

Tchau Alemanha, sua linda ❤️